terça-feira, 23 de março de 2010

A lama das Scut

Vi hoje na RTP-Açores uma coisa extraordinária.
Extraordinariamente...nojenta.
Penso que era na Ribeira Chã, concelho da Lagoa, ilha de S.Miguel.
Um homem tem a sua casa enterrada em lama até meio.
Só utiliza o andar de cima.
Recorre a uma escada para entrar por uma das janelas.
A lama é proveniente de uma obra das Scut.
Tinha ideia que as câmaras, que cobram o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) deveriam ter alguma coisa a dizer quando esse imóvel fica soterrado por obras que decorrem na sua área de jurisdição.
A câmara da Lagoa diz que não é nada com ela.
Tinha ideia que o governo, que recebe os nossos impostos, deveria zelar pelos nossos direitos.
Mas o governo diz que nao é nada com ele.
A Euroscut Açores (ainda nao percebi porque tem ali a palavra Açores, se quando é preciso ninguém dos Açores fala sobre nada) pura e simplesmente não quer saber.
Bem, não é verdade. Queriam dar 500 euros para que o homem se calasse!?
Depois de tudo isto poderia dizer muita coisa, mas para quê?
Ou então dizer como os outros "Não é nada comigo".
Houve uma revolução, com cravos, em Portugal.
Dizem-nos que vivemos em democracia.
Mas perante situações destas tenho sérias dúvidas.
Isto é absolutamente inqualificável.
Revoltante.
E depois admiram-se que as pessoas cometam "loucuras"...
E andam agora todos distraídos a falar do 'bullying'...
E isto que nome tem?

7 comentários:

Maninha disse...

a ilha está a desmoronar-se por causa das scuts. qualquer dia a ribeira chã desaparece do mapa...

schindler disse...

chamasse estupidez. LOL

Anónimo disse...

Não queira você saber o que é ser alvo de bullying. Que nenhum dos seus filhos algum dia passe por isso...

Fiat Lux disse...

Eu não pretendi desvalorizar o problema do bullying.
Embora já aborreça um bocado agora só se falar nisso, como se isso tivesse começado hoje.
Há bullying desde sempre, mas não tinha esse nome.
Em criança/jovem dois colegas de escola atiraram-me umas pedras. Isso seria bullying?

Rui disse...

Fiat, já não cá vinha há tempos (não te preocupes que não é só aqui, é a blogosfera em geral), mas constato que estás em grande forma, como sempre.

Grande post. De facto, revoltante.

Anónimo disse...

As derrocadas recentes mostram a necessidade de uma estrada decente que ligue o Nordeste a Ponta DElgada. É importante para S. Miguel e os Nordestenses merecem-no há anos.
Uma coisa é este facto, outra é construir com má drenagem.
Se há atropelos é actuar.
As instituíçoes e os mecanismos para se fazer justiça existem.

Recorde-se que o projecto desta estrada já foi objecto de discussão pública.
Alguém execerceu os seus direitos de cidadania na altura?

Fiat Lux disse...

8 meses depois, a Euroscut soube (pela comunicação social) que estava a dar cabo da vida do homem !?
Digo que foi pela comunicação social porque só agora resolveu assumir as suas responsabilidades.

Mas a partir de agora nada será como dantes: Parece que a empresa tem um assessor para a comunicação social,Fernando Rocha, ex-assessor de José Contente !?

Siga a dança!