quarta-feira, 12 de maio de 2010

Dois anos !


Estou de passagem.
Vim hoje aqui só para assinalar simbolicamente o 2º aniversário do Fiat Lux.
Nos últimos tempos já me deu vontade de regressar algumas vezes...mas ainda não estou peparado para isso.
Um abraço aos amigos...e desculpem lá não haver festa de anos :)

P.S. Obrigado pelas vossas palavras amigas.

quarta-feira, 31 de março de 2010

É tempo de apagar a luz ...

O artigo do professor, ou de quando se escreve para ser lido.

Há na série Xailes Negros, de Zeca Medeiros,uma cena que acho deliciosa.
A acção passa-se nas Sete Cidades.
Anos sessenta/setenta (?).
O professor, que escrevera um artigo para o jornal, saiu à rua orgulhoso, à espera que alguém o tivesse lido, mas foi-se deparando com a indiferença e desconhecimento de todos com quem se cruzava.
Até que decidiu ir ao encontro de uma pessoa que certamente teria lido o artigo:
o padre da freguesia.
Chegado à igreja ficou esmorecido quando o padre lhe confessou que também não lera o seu artigo.
Reparou então que havia algumas folhas de jornais, espalhadas pelo chão da igreja ...
e mesmo debaixo dos pés do padre estava a página com o seu querido artigo.
Então, entristecido, com um nó na garganta, o professor exclamou:
- Oh Sr. padre...francamente!

*****
A vida e morte dos blogs, ou de como as redes sociais asfixiam a blogosfera

Toda esta história para vos dizer que estou com o "síndroma do professor desanimado porque ninguém leu o seu artigo".
Tal como o professor, faz-me falta o "feed back".
Explicando melhor. Tenho reparado nos últimos tempos aquilo que vocês já terão reparado também; que os blogs estão menos pujantes, menos polémicos, mais adormecidos e, por tudo isso, mais desinteressantes.
Com tanta rede social, os blogs perderam claramente a batalha.
Eu sei que não é um mal que afecta apenas o meu blog.
Ainda recentemente a Maninha fez uma "migração" do seu Alegre ou Triste para o Facebook.
Talvez seja uma alternativa. Quem sabe um dia sigo o seu exemplo.
Mas seja como for, para já está na altura de fazer uma pausa.
*****
Faça-se Luz! Carpe Diem

O Fiat Lux*Carpe Diem nasceu a 12 Maio de 2008.
Na altura interrogava-me: Para que serve um Blog?
E dizia que fazia o blog "para satisfazer uma necessidade básica: comunicar".
Tentei comunicar.
Dei a minha opinião sobre tudo e mais alguma coisa.
Mas como "quem muito fala pouco acerta" é bem possível que quem muito 'bloga' pouco acerte, também.
Disse na altura, nos meus "estatutos" que o Blog não seria "a favor ou contra os Governo(s) nem a favor ou contra a(s) oposição (ões)" e acho que consegui que assim fosse.
Disse "bem" quando achava que deveria dizer "bem" e disse "mal" quando achava que deveria dizer "mal".
Mas na blogosfera, como na vida real, há muita gente que não consegue analisar nada sem ter
a camisa partidária vestida. Isso empobrece o debate. E deixa qualquer um frustrado.
*****
O anónimo, ou de como os blogs de "referência" olham de lado para os "intrusos"

O facto de ser um blog anónimo (eu prefiro pseudónimo) levantou reticências a muitos colegas de blogosfera.
Sobretudo blogs de "referência" que evitaram sempre referir-se ao Fiat Lux.
Curiosamente, outros blogs houve, inclusive de âmbito nacional (exemplo do Córtex Frontal, de Medeiros Ferreira e Joana Amaral Dias) que não tiveram nenhum prurido em referir-a ao Fiat Lux, deduzo eu que por lhe reconhecerem algum interesse, já que também para eles eu sou um "ilustre" anónimo.
Sempre defendi, e continuarei a defender, que não é essa condição de anónimo que empobrece ou enriquece um blog. Não considero que o Fiat Lux tenha sido pior ou melhor por ter sido feito por um anónimo.
*****
Dia F, ou quando a blogosfera condenou o crime ambiental da Fajã do Calhau

O Dia F, contra o crime ambiental da Fajã do Calhau ficará como um marco da existência do Fiat Lux. Valeu o que valeu, mas acho que valeu alguma coisa. Cerca de quatro dezenas de blogs juntaram-se para condenar uma obra que continua, e continuará, envolta em polémica e que para muitos continuará a ser um crime ambiental.
Nesse movimento sugerido por mim, mas que ganhou vida própria e uma dimensão que eu não imaginara, estiveram alguns dos blogs que me foram sempre mais simpáticos e onde encontrei amigos, que continuo sem conhecer pessoalmente.
Caso do InConcreto, do Candilhes, do Máquina de Lavar.
O Dia F acabaria mais tarde por inspirar o dia contra as touradas picadas promovido pelo
In Concreto, o segundo grande movimento da blogosfera açoriana.
Só por isso teria valido a pena criar e manter este Blog ao longo de quase dois anos.
Não me arrependo de nada do que disse.
Embora lamente que muito do que disse não tenha sido compreendido.
(Um dos melhores exemplos será o de algumas pessoas, que lidam mal com a língua portuguesa, terem percebido que eu era homofóbico quando sempre defendi aqui os direitos dos homossexuais !?).
Lamento ainda que alguns tenham visto ataques pessoais onde havia apenas uma opinião sem nenhuma intenção de denegrir e atacar ninguém.
O caso que mais me marcou foi o do Francisco do Entramula que entendeu o que aqui se foi dizendo a propósito do Dia F como um ataque pessoal. Lamento profundamente esse episódio.
*****
100 mil, ou a história de uma aventura de quem não quis ganhar nenhuma corrida

Decidi anunciar esta pausa na altura exacta em que o Fiat Lux atinge as 100 mil visitas.
Só por encerrar um certo simbolismo. É um número bem redondo.E simpático.
Mesmo sabendo que algumas dessas visitas foram puramente acidentais.
Desde sempre disse, e mantenho mesmo na hora de fecho, que não pretendia fazer corridas com ninguém.
*****
Adeus, até já...ou até sempre

No meu primeiro post dizia que este
"Blog pode perfeitamente fazer parte dessa busca diária: Carpe Diem!"
Essa é uma busca que vou prosseguir.
A todos os amigos que por aqui passaram e comentaram o meu muito obrigado.
Até sempre.

P.S. Acho que já estou com saudades!
De qualquer modo não fecho a porta de vez.

terça-feira, 30 de março de 2010

Mentira !

Há pessoas nos partidos que são tão boas que servem para qualquer cargo.
Tenho ideia que André Viveiros será um desses casos.
Tenho a ideia que ele ocupava um cargo numa coisa chamada IROA que tem a ver com ordenamento agrário.
Que, como se sabe, tem tudo a ver com educação.
Por isso, André Viveiros vai agora "ordenar" a Escola Profissional das Capelas.
Foi nomeado.
Contra o parecer dos sindicatos (que ninguém pediu)
que defendem uma gestão democrática das escolas públicas.
Com a eleiçao dos conselhos executivos pelos seus pares e não nomeados por confiança política.
É a isto que se chama "jobs for the boys"?
Como André Viveiros inicia funções a 1 de Abril pode ser que afinal...seja mentira.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Greves


A TAP ia fazer greve no período da Páscoa.
"Insensatez!" - gritaram.
Deviam olhar para o exemplo dos países civilizados.
Lá os trabalhadores não são todos "sindicalistas/comunistas".

Entretanto, a greve da TAP foi desconvocada.
Alguém disse alguma coisa ?
Alguém elogiou a "sensatez" dos trabalhadores/sindicatos?
Não dei por nada.

Notícia do dia nos países civilizados onde não há certamente "sindicalistas/comunistas":

Lufthansa, Alitalia e Air France sob ameaça de greve (DE)
British Airways é um dos casos mais graves: parou três dias e prepara mais quatro dias de greve.

terça-feira, 23 de março de 2010

A lama das Scut

Vi hoje na RTP-Açores uma coisa extraordinária.
Extraordinariamente...nojenta.
Penso que era na Ribeira Chã, concelho da Lagoa, ilha de S.Miguel.
Um homem tem a sua casa enterrada em lama até meio.
Só utiliza o andar de cima.
Recorre a uma escada para entrar por uma das janelas.
A lama é proveniente de uma obra das Scut.
Tinha ideia que as câmaras, que cobram o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) deveriam ter alguma coisa a dizer quando esse imóvel fica soterrado por obras que decorrem na sua área de jurisdição.
A câmara da Lagoa diz que não é nada com ela.
Tinha ideia que o governo, que recebe os nossos impostos, deveria zelar pelos nossos direitos.
Mas o governo diz que nao é nada com ele.
A Euroscut Açores (ainda nao percebi porque tem ali a palavra Açores, se quando é preciso ninguém dos Açores fala sobre nada) pura e simplesmente não quer saber.
Bem, não é verdade. Queriam dar 500 euros para que o homem se calasse!?
Depois de tudo isto poderia dizer muita coisa, mas para quê?
Ou então dizer como os outros "Não é nada comigo".
Houve uma revolução, com cravos, em Portugal.
Dizem-nos que vivemos em democracia.
Mas perante situações destas tenho sérias dúvidas.
Isto é absolutamente inqualificável.
Revoltante.
E depois admiram-se que as pessoas cometam "loucuras"...
E andam agora todos distraídos a falar do 'bullying'...
E isto que nome tem?

segunda-feira, 22 de março de 2010

A besta porca voltou.

Em Junho do ano passado, farto de uma besta porca, que vinha conspurcar este espaço, pus trancas à porta, e tive de travar os comentários anónimos.
Expliquei-o no post "Um blog é como uma casa".
Passado todo este tempo, a besta porca voltou.
Ainda conseguiu deixar a sua bosta.
Mas já a limpei e já o pus porta fora.
Agora o blog está de novo aberto a todos.
Mesmo aos anónimos sem conta no google.
Mas agora os comentários serão moderados.
A besta porca terá sempre o mesmo destino: o lixo.
Porque afinal "o lixo é para o lixo".

sábado, 20 de março de 2010

"Quem é tê pá?" (*)


Dizem

.Dizem que, na "casa mãe" da autonomia regional, um deputado (1),(por telefone),chamou filho da puta a outro (2) e ameaçou (por gestos) que lhe torcia o pescoço.

.Dizem que na "casa mãe" da autonomia regional um secretário regional (3) se referiu a um deputado (2) como o "noventa" (4).

.Dizem que, apesar de tudo, depois de uma interrupção, os trabalhos prosseguiram "normalmente".

Interrogo-me eu

.Acham isto normal?

.Recordo-me bem do que aconteceu ao "ministro dos corninhos" (5) na Assembleia da República.
Lembram-se?

Tentem analisar este episódio sem a carga partidária.
Imaginem todas as possibilidades (os ofensores e os ofendidos seriam de qualquer partido).

Julguem vocês

.Que sanções acham que deveriam ser aplicadas?
Já fizeram esse exercício?

Vejam agora quem foram os intervenientes, segundo dizem

(1) Francisco César, deputado do PS. (filho do presidente do Governo Regional).

(2) Clélio Menezes, deputado do PSD.

(3) André Bradford, Secretário Regional da Presidência.

(4) O "noventa" é um toiro da Terceira.

(*) "Quem é tê pá?" dizem que é uma expressão utilizada pelos jogadores do Santa Clara para chamarem filho da puta aos árbitros, quando estes os prejudicam, sem que os árbitros percebam o que lhes estão a chamar e assim não os sancionarem disciplinarmente.

Democracia participativa

Quando a gente pensava que isto já tinha batido no fundo ...
eis que se consegue escavar ainda mais o buraco...

Ameaça de agressão suspende sessão do parlamento açoriano
Uma alegada ameaça de agressão de um deputado do PS a outro do PSD, que terá sido feita pelo circuito telefónico interno do parlamento açoriano obrigou sexta-feira à interrupção dos trabalhos do plenário durante cerca de meia hora

quinta-feira, 18 de março de 2010

Carregadinho de razão

"Há uma apatia rosa...a rosa transmite isso..."

Foi mais ou menos isto que ouvi agora no programa "Bom Dia" a um popular vilafranquense, lamentando o investimento que não foi feito na zona de Água d'Alto...
Voltou a haver uma derrocada. Era inevitável. Vá lá que não morreu ninguém.
Mas com tantos milhões gastos no supérfluo (o acesso à Fajã do Calhau pode ser incluído nessa categoria) como é que não se completou uma obra fundamental para a segurança de milhares de pessoas que utilizam aquela estrada. Principal e não secundária.
"Sempe ouvi dizer que rede era para galinhas..." acrescenta o popular, comentando a opção "técnica" de segurar taludes com rede!?

sábado, 13 de março de 2010

Políticas "socialistas"



E se mandassem o ministro para o desemprego?
Será que isso o estimularia?

A bela Inês.


A bela Inês de Medeiros é deputada pelo PS à Assembleia da República.
Deputada independente, sublinhe-se.
Só por isso se pode "perceber" esta sua tirada, em entrevista à Sábado,
quando questionada sobre se achava que Sócrates tinha mentido no parlamento ao afirmar que desconhecia o negócio da PT com a TVi.
-"Olhe, não sei se mentiu ou se não mentiu. Mas se mentiu nem acho que seja assim muito grave...(risos)
Agora já vai tudo cair-me em cima outra vez..."
Mas, oh linda Inês, confessa lá, estás mesmo a pedir que te caiam em cima, não? Então tu achas que pelo facto de ser grave Durão Barroso ter mentido ao parlamento sobre as armas de destruição massiva no Iraque, achas que, depois disso, tudo se justifia e que uma mentira de Sócrates no parlamento é afinal uma mentirinha, lá lá lá ...?
E ainda queres tu que a gente te pague as viagens para Paris...
E se fosses dar uma volta...ao bilhar grande?

quarta-feira, 10 de março de 2010

O presidente pré-histórico e o bispo "moderno"


O presidente da TAP diz que as greves são coisa do século passado.
Sugerindo que neste novíssimo século, com apenas dez anos, não deveria haver greves.
Já levou a resposta de Carvalho da Silva que disse que ele era um presidente do século XIX.
Eu acho que é ainda mais antigo: é pré-histórico mesmo.
***
No mesmo dia leio que um especialista em história religiosa, António Matos Ferreira, da Universidade Católica Portuguesa, considerou que Cerejeira foi "um bispo moderno",
a propósito do lançamento do livro "Cardeal Cerejeira. O Príncipe da Igreja", da historiadora Irene Flunser Pimentel.

Para mim, por hoje já chega.
Mais uma destas e regurgito.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Mulheres


Mulheres indianas, a trabalhar na construção ...

sábado, 6 de março de 2010

237 razões para ter sexo !?

Sexo: Afinal o que é que elas querem?
Fazem-no por pena.

Por vingança.
Por obrigação.
Por amor?
Também.
Ao todo são 237 as razões que levam as mulheres a ter sexo mas, ao contrário dos filmes cor-de-rosa, a grande maioria tem pouco a ver com amor. (Expresso)

A maioria das mulheres terá a tentação de reagir assim:
- "Para os homens há apenas uma razão para ter sexo. O sexo !"

Com o país a arder...

Cena 1

- Não se arranja aí uma viagenzinha?
- Viagenzinha não diria, mas podemos ir a Moçambique.
- E fazer o quê?
- Demonstrar o nosso amor pelos nossos irmãos moçambicanos.
- Ah, tá bem visto. Marca lá a deslocaçao. Pode ser já para amanhã?

Cena 2

- Olha lá, há dias que não temos nenhuma saída ao estrangeiro...
- Pode-se arranjar qualquer coisa.
- Onde?
- Olhe o que posso arranjar para já é uma viagem curta a Andorra e Barcelona.
- Serve. Marca isso rapidamente. Assim ainda posso aproveitar para ver a Sagrada Familia de Gaudi.

Quem contamina quem?


Será saudável termos um poder judicial contaminado politicamente?
[Quando os magistrados "parece" que colocam as cores políticas acima da sua investigação]
Obviamente que não.
E será saudável termos um poder político contaminado judicialmente?
[Quando os políticos "parece" que condicionam o exercício da justiça, consoante os seus interesses pessoais]
Obviamente que não.
Não foi por isso que se preconizou a separação de poderes?

sexta-feira, 5 de março de 2010

terça-feira, 2 de março de 2010

A tese e a antítese

Como muita gente, deduzo eu, estava com grandes expectativas sobre o regresso de Miguel Sousa Tavares à TV, com os seus Sinais de Fogo...mas acho que ele perdeu chama.
A entrevista com José Sócrates foi vulgaríssima.
A entrevista com Gonçalo Amaral foi assim a puxar para o intragável.
O inspector tem uma tese.
E Sousa Tavares, que não concorda com essa tese,(culpa dos McCann) também tem uma tese.
E quem está interessado na tese de Sousa Tavares?
Achei de muito mau tom a sua postura perante o inspector Gonçalo Amaral.
Parecia que o homem estava a ser julgado !?

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Madeira: os "cientistas loucos" e a loucura dos governantes

Programa da RTP2 anunciou tragédia da Madeira há dois anos
Desde há pelo menos quatro anos que vários cientistas têm feito alertas ao Governo Regional para o perigo que espreitava a ilha da Madeira.
Um dos avisos foi transmitido no programa Bioesfera, exibido pela RTP2 há dois anos.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Isto é nojento!


A possibilidade - por mais remota que seja - de se estar a tentar esconder o número real de mortes por causa do turismo, é uma coisa do mais nojento que se poderia imaginar.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Ok boss !


«A mim ninguém me trata por chefe»
José Sócrates distancia-se das escutas e volta a negar qualquer envolvimento do negócio PT/TVI

domingo, 21 de fevereiro de 2010

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Boca santa!


«Parece que se pode fazer tudo, desde que não se saiba»,
Clara de Sousa, jornalista da SIC, à revista Focus.

Uma candidatura pouco Nobre?


Factos:

- Se o PS tivesse juízo e apoiasse a candidatura de Manuel Alegre este tinha todas as condições para derrotar Cavaco Silva.

- A esquerda está ainda em maioria no país e só não há na Presidência da República um homem de esquerda porque o PS não quis.

- Com a candidatura de Fernando Nobre, o principal prejudicado será Manuel Alegre.
Em qualquer circunstância.

Palpites:

- Houve logo quem sugerisse que a candidatura de Fernando estaria a encobrir objectivos menos nobres.

- Há quem diga até que foi empurrado por Mário Soares, só para atrapalhar Alegre.

Custa a acreditar, mas se for assim estamos perante uma candidatura muito pouco nobre.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Sócrates abriu a caixa de Pandora


HenriCartoon

Ex-director do «Público» conta interferências do Governo
José Manuel Fernandes relatou, recorrendo até a exemplos concretos, a relação tensa que Sócrates tinha com o jornal


Não perca também "Liberdade de pressão", a deliciosa crónica de RAP na Visão

(...)«Apesar de tudo, Sócrates tem uma virtude inestimável: conseguiu fazer despertar um amor pela liberdade de expressão em quem nunca mostrou que lhe tivesse sequer amizade. É bonito que o espírito antidemocrático seja um veículo de democratização. Confuso, mas bonito.»

P.S. Diz que Sócrates vai agora fazer uma 'tournée' pelo país.
Para pedir aos socialistas que não se deixem levar pelos malvados da oposição.
Ainda vai a tempo?

domingo, 14 de fevereiro de 2010

A mentira necessária


«É muito difícil manter um mentiroso como primeiro-ministro, mas a situação do país impõe-no», Marcelo Rebelo de Sousa,na RTP.
Marcelo Rebelo de Sousa acha que José Sócrates é mentiroso.
Mas acha também que José Sócrates tem de manter-se como primeiro-ministro.
Porque "o país impõe-no"!?
Mas qual país ?
Se José Sócrates é mentiroso [por mim não sei se é mentiroso, como os polítcos não mentem,se calhar só faltou à verdade] o que se impõe é que o país o mande embora.
O que há de mais perigoso para um país do que ser governado por um "mentiroso" ?

LOMOTAI :)

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Carnaval


Alberto João Jardim, fantasiado de Vasco da Gama.
Será que vai descobrir o caminho para os milhões que os cubanos do contenente lhe querem roubar :D

Contracorrente


Sábado, 18h00, e ainda não li o Sol.
Porque não me apeteceu, simplesmente.
Não gosto de Sócrates.
Mas este pântano desgosta-me.
E "não vejo moita de onde saia coelho".
Nem a Passo(s)...
É Carnaval, mas a política portuguesa já cheira a Quaresma.
O calvário de Sócrates é também o nosso calvário.
Mesmo daqueles que, como eu, não gostam de Sócrates.

As 'bocas' de Jardim

Jardim: «O país parece uma Sicília»

PSD: Jardim apela a Jesus Cristo para «meter juízo» no partido

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Carregadinhos de razão


Foto Açoriano Oriental

Não há crise que justifique a violência que se está a exercer sobre as operárias da Cofaco no Faial, querendo obrigá-las a viajar diariamente entre o Faial e o Pico, num canal para "homens de barba rija". Insensibilidade gritam alguns. E estão carregadinhos de razão. Oportunismos políticos à parte.

Da ruptura ou em ruptura?

"O PSD é o partido da ruptura em Portugal"
Paulo Rangel, no anúncio da sua candidatura à liderança do PSD

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Batemos no fundo

"Se o despacho do juiz [de Aveiro] é verdade..."
Castro Almeida (PSD) no programa Pontos de Vista da RTP-N,
sobre a eventual interferência do Governo no negócio da PT com a Media Capital.

Quando se levanta a mais ténue dúvida que um juiz fale verdade num despacho...estamos conversados. Fechem a loja.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Carregadinho de razão (apesar de tudo)

Teixeira dos Santos:
«As implicações orçamentais que decorrem desta alteração não são aceitáveis»
por «uma questão de credibilidade externa da politica orçamental» e por «uma razao de justiça e de equidade».

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Votem

... nas sondagens sobre o caso Mário Crespo e sobre a polémica Lei de Finanças Regionais.
Em ambas as sondagens podem assinalar mais que uma opção.

Conversas privadas ... em público


"Liberdade de imprensa" WeHaveKaosintheGarden

Sócrates foi almoçar, com Pedro Silva Pereira, Jorge Lacão e um executivo de televisão.
Na ementa um prato indigesto: Mário Crespo.
Já está quase tudo dito sobre esta palhaçada indecente.
Mas gostaria de abordar o tema de uma outra perspectiva.
O Governo, protagonista desta canalhice, falha de "calhandrice".
Até o ministro do malhão, que se esqueceu que agora é da Defesa, veio em defesa do Governo.
Analisemos então a escorreita interpretação de tão brilhante crânio:

«Ouvi alguém querer fazer um texto com base no que supõe serem informações que lhe tenham sido transmitidas (...)»

Mário Crespo fez um texto. (O "querer fazer" só existe na cabeça do malhão)
Com base em informações que lhe foram transmitidas. (O "tenham sido" só existe na cabeça do malhão)

«(...) acerca de conversas privadas, tidas em restaurantes, e eu acho isso absolutamente inacreditável»

Conversas privadas em restaurantes? Pelo PM e dois ministros?
O que é absolutamente incrível é que se pretenda ter conversas privadas num local público.
Ou havia um micro debaixo da mesa?

«Não sei como se consegue fazer informação a partir de intromissão em conversas privadas, seja de quem for».

Mário Crespo não fez "informação", escreveu uma crónica.
O que se passou depois é informação. Que desgosta ao Governo. Amanhem-se.
Mário Crespo nao se intrometeu em conversas privadas.
O PM e os dois ministros é que se intrometeram, vergonhosamente,na profissão de um jornalista.
E fizeram-no num local público.
Queriam que as paredes não tivessem ouvidos?
Azar.



« Evidentemente, não merece nenhum crédito. As fontes não são conhecidas»

Quem não merece nenhum crédito, desde há muito , é o ministro do malhão.
Quantas notícias são feitas diariamente sem as fontes serem divulgadas?
Aliás, o sigilo das fontes não faz parte das regras?

«Todos temos direito à privacidade das nossas comunicações»

Muito bem. Mas se as comunicações forem feitas de forma deliberadamente ostentatória e provocante em locais públicos quem está a ouvir é obrigado a ignorar as alarvidades que se digam?

«De uma coisa podem os senhores jornalistas estar seguros: enquanto político eu nunca me interessarei por conversas que jornalistas tenham numa mesa perto de mim, num restaurante onde possa estar»

Pois eu sugiro então um pequeno exercício à teoria do malhão.
Descubram o tasco onde o ministro almoça. Vão lá beber uma 'bejeca'.
E digam do ministro tudo o que bem entenderem.
Privadamente. De modo a que ele oiça.
Chamem-lhe palhaço. Doido. Digam que deve ser internado.
Nao tenham receio, afinal é uma conversa privada.
E uma conversa privada nunca pode ser ouvida.
Se o Governo diz que é assim é porque é assim.

Casamento homossexual:'Sim' venceu

Na sondagem Fiat Lux sobre o casamento homossexual o 'Sim' venceu.
A única coisa que isto prova é que os frequentadores deste blog são, como o seu humilde "gestor" , pessoas tolerantes.
Foram estes os resultados:

Casamento homossexual

Sim 42 (51%)
Sim,mas sem direito a adopção 9 (10%)
Sim,desde que não lhe chamem 'casamento' 12 (14%)
Não, não e não 19 (23%)

P.S. Durante todo o tempo houve um erro de português a ensombrar esta "ida às urnas":
Escreve-se homossexual e não homosexual. Mas quando me apercebi que faltava um s não podia emendar, sob pena de anular a votação em curso. Isto permite no entanto chamar a atenção para um erro que muitos cometem frequentemente.
Segue-se nova sondagem. Votem, porque "o voto é a arma do povo" :)

sábado, 30 de janeiro de 2010

Miss Universo...no Coliseu Micaelense

«Não esperamos nada do PSD/Açores, que tem uma liderança com um discurso tipo Miss Universo, sobre o balanço do Coliseu (Micaelense), os próximos bailados ou mudança de nomes de ruas. Isso não dá pão aos açorianos, não adianta nada para o desenvolvimento e a resolução da crise» Carlos César, presidente do PS-Açores.

Mao Marilyn :)


Somos todos haitianos


Como ainda não tenho a "Jangada de Pedra", vou aderir a mais esta campanha da Fundação José Saramago, "porque todos temos uma obrigação".

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Bliar



Bliar: «Blair» + «liar» (mentiroso).

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair argumentou hoje que a decisão de invadir militarmente o Iraque foi certa, porque quis impedir Saddam Hussein de desenvolver armas de destruição maciça.

Ora, se bem se lembram, a invasão do Iraque foi porque Saddam "tinha" armas de destruição maçiça e não porque "sonhava vir a tê-las".
Por isso o "senhor" Blair é mentiroso.
E George W. Bush.
E José Maria Aznar.
E o nosso Durão?

A lata do Raposo

Henrique Raposo, colunista do Expresso, escreve a propósito da greve dos enfermeiros, uma coisa a que chamou "A lata dos enfermeiros".
Diz o Raposo que os "caríssimos enfermeiros" podem fazer as greves que quiserem. Mas desde que não "atrapalhem" as outras pessoas, inclusive o Raposo. Vão "brincar" às greves para a rua deles, pensará o Raposo.
"Esquece" o Raposo (que até aceita que haja greves, desde que suaves) que as greves só têm algum efeito se "atrapalharem" a vida de alguém, para que "atrapalhem" quem decide e para que quem decide atenda às razões das greves. Ora a greve dos enfermeiros é justíssima.
Mas neste país abundam os "Raposos" que nunca o hão-de aceitar. Porcaria de greves,pá.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Que bom ter vizinhos assim * ;)

O Pico e os Aviões
Evolução do tráfego no aeroporto do Pico

*) Título "roubado" ao Jordão, do Candilhes.

Socialismo "democrático"


Foto José Goulão (LUSA)
Clientes do BPP junto à Assembleia da República.

Pedro Passos Coelho


Ainda não percebi bem a relutãncia dos militantes do PSD em apoiarem a eleição de Pedro Passos Coelho para líder do partido.
Pedro Santana Lopes? Outra vez?
Marcelo Rebelo de Sousa? Outra vez?
Não percebo a relutância em apoiar Pedro Passos Coelho.
Até porque os partidos para crescerem têm de ir buscar votos fora da sua base de apoio.
Neste momento parece claro que Pedro Passos Coelho é o que se mostra mais capaz de o conseguir.
Não percebo também a adoração embasbacada ao professor Marcelo.
O homem sabe de tudo.
O pior é aplicar.
Ele já lá esteve ou não?
E que resultados conseguiu?
E agora anda tudo preocupado com a liberdade de expressão pelo facto de ele perder a sua cátedra na RTP!?
Mas não é exactamente ao contrário? Não é o facto de ele ser um privilegiado, que tem direito à sua homília dominical na TV, qual pregador da Igreja Maná, que dá cabo da liberdade de expressão dos outros?

terça-feira, 26 de janeiro de 2010