sexta-feira, 15 de maio de 2009

Os Blogues,a Intervenção Política e a "Praga" dos Anónimos

Nota prévia:
Este é um comentário a um post do Rui Rebelo Gamboa no Máquina de Lavar que decidi postar também por aqui.


"O que os outros pensam de nós
teria pouca importância
se não influenciasse
tão profundamente
o que pensamos de nós mesmos
quando tomamos conhecimento
da opinião alheia ".
Jorge Santayana

1. Sobre o anonimato

Antes de mais um obrigado ao Rui e ao Tibério por não entrarem nesse jogo primário de meter os anónimos todos no mesmo saco.
Como diz o Tibério, e muito bem, há muita coisa assinada em blogs ou artigos de jornal sem qualquer credibilidade e com ofensas graves e gratuitas à honra de muita gente.
Apesar de ter optado pelo anonimato, num ano que levo de Fiat Lux acho que quem passa lá já me conhece muito bem.
Até hoje, que me lembre, nunca usei o blog para caluniar ninguém, com acusações infundadas.(Chamei cabrão ao Salazar,mas acho que fundamentei devidamente).
Estou de consciência perfeitamente tranquila.
Amanhã, se quisesse ou fosse "obrigado" a isso, poderia revelar a minha identidade sem ir preso e sem me envergonhar de nada.
Há outros, que assinam, que não poderão dizer o mesmo.E não são mais honestos do que eu, apenas por essa assinatura.
Aliás, há muitos que assinam e que eu não conheço.
Eu "conheci" o Tibério, o Rui Gamboa e o Jordão apenas nos blogs.
E posso dizer que os "conheço".
E que os respeito.
E que os tenho na conta de amigos.
Mas não os conheço, nao sei onde moram, onde trabalham, de que partido são...
Para mim isso não tem importância.
Há por exemplo um tal de Edgardo que assina, e acho que é mesmo o nome do fulano e isso não faz dele um cidadão exemplar.Dali só saem atoardas. Não me lembro de um comentário decente de tal fulano. (Ele, eu que saiba, não tem blog, ou se tem é desconhecido, e por isso parasita os blogs onde pensa ter mais visibilidade para a sua pesporrência).

2.Sobre o Movimento Contra a Sorte de Varas

Os que aderiram ao Movimento sabem muito bem que não podem cantar vitória.
E não o estão a fazer.
Mas presumem (e bem) que os inúmeros, sustentados e variados posts e comentários nestes dias podem muito bem ter influenciado algum dos deputados.
E, equilibrada como foi a votação, basta que tenham influenciado o sentido de voto de dois deputados para terem tido, afinal, uma influência a não desprezar.
Ou não será assim?
O Rui Lucas pode garantir o contrário?
Talvez saiba em pormenor o que se passou no PSD.
Mas não acredito que saiba ao pormenor tudo o que se passou no PS.
Estamos, obviamente, no reino das suposições.
Mas não são assim tão absurdas.

Em síntese:
os bloggers aderentes a este Movimento não podem armar-se em heróis.
E os outros, do outro lado da barricada, não podem dizer que os blogs não tiveram nenhuma influência nesta história.
Que tal um meio termo?
Afinal não somos todos estúpidos.

P.S.
Sem querer assumir qualquer protagonismo (se quisesse naturalmente não optava pelo anonimato) presumo ter algumas "culpas no cartório".
A experiência do "Dia F" contra o Crime Ambiental na Fajã do Calhau, serviu de algum modo de "inspiração" para este Movimento iniciado pelo Tibério.
Aliás já me têm feito inúmeras sugestões para outros "Dias F".
Como a iniciativa foi desvalorizada apenas por ter partido de um anónimo, sempre disse que qualquer outro movimento do mesmo género deveria ser iniciado por alguém que assinasse.
O Tibério tomou a iniciativa e desde a primeira hora desejei que ela fosse coroada de êxito.
E foi. E teve a influência que teve.
Ninguém alguma vez saberá quantificá-la.
Nem o Rui Lucas, que a "olhómetro" acha que foi pouca ou nenhuma.

Cumprimentos

11 comentários:

geocrusoe disse...

não tenho dúvidas que poderia subscrever este post, não no geocrusoe por motivos de não ser um blog de intervenção, por isso apenas digo: apoiado!
Mas não acredito que o dia F tenha sido desvalorizado por ter partido de um anónimo, embora sobre o tema não expresse a minha opinião, por estar relacionado com a minha área profissional e de formação, o que me obriga à discrição.

Anónimo disse...

E…

Se vivesse-mos numa Democracia Participativa onde os Deputados agem em conformidade com o mandato em que lhes é atribuído pelos eleitores;

Se nesta região os Deputados respondessem perante os eleitores sobre os seus actos;

Se houvesse um povo que não aceita-se o livre arbítrio e o capricho pessoal dos Deputados e condenasse os devaneios fora do mandato que lhes conferiu;

Se em vez de masturbação intelectual de um grupo de 26 deputados houvesse decência e honestidade política;

Se os líderes dos partidos condenassem o desrespeito destes deputados perante os eleitores;

Se os líderes dos partidos não aceitassem actos fora do mandato que os Deputados têm;

Se os líderes dos partidos não aceitassem a desonra ao Partido que lhes dá assento na Horta, por mera casmurrice pessoal em desobediência ao Programa Eleitoral do Partido;

Se houvesse verdadeira responsabilidade política dos Deputados?

Os 26 Deputados teriam vergonha e abdicariam do lugar pago por todos nós, onde deveriam representar os açorianos em vez de assumirem posições pessoais, sem legitimidade democrática, eleitoral ou popular. Não façam mais nada até ao fim do vosso mandato, uma vez desrespeitados os eleitores, para sempre desrespeitados os eleitores!

Tiago R. disse...

Subscrevo a 100%.
Embora o meu blogue seja assinado e inclusive não escondo a minha opção partidária, respeito integralmente quem opta por não o fazer.

É que esse é um dos desafios da democracia da blogosfera: temos de discutir e analisar as ideias apenas pelo seu valor e conteúdo, sem que as informações de contexto, sobre o autor, nos despertem os preconceitos.

De uma forma mais clara, num blogue como o seu, anónimo, temos de ler apenas as palavras que escreve. E não podemos procurar supostos sentidos ou objectivos ocultos por trás das palavras.

Às vezes penso que deveria ter optado pelo anonimato...

Fiat Lux disse...

Tiago

felizmente há pessoas que percebem as coisas como tu.

Quando dizes
"temos de ler apenas as palavras que escreve. E não podemos procurar supostos sentidos ou objectivos ocultos por trás das palavras" dizes o mais importante.
E é bem verdade. Apesar da identidade estar oculta não vale a pena procurarem objectivos ocultos.
Façam-no se lhes der algum gozo. Mas é tempo perdido.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Prefere ilusões... a influência do movimento de blogs no voto dos deputados foi, mesmo, nula. Poderia não ter sido, mas foi. O Sr. Rui Lucas, que está lá, viu e soube-o. Não se tratam de especulações.
Tal não significa que não valeu a pena o esforço que até, futuramente, poderá vir a ser de influência. Foi uma semente.

Dissestes: « já me têm feito inúmeras sugestões para outros "Dias F".»
Então, tomo a liberdade de acrescentar esta outra sugestão: que tal o Dia F de Vai Foder-te ?

Com os melhores cumprimentos e a minha antecipada adesão ao sugerido,

Edgardo

Fiat Lux disse...

És demasiado pequenino para me mandar para onde quer que seja.
Só não apago já o teu reles e rafeiro comentário (a tua imagem de marca afinal) pois ele vem confirmar o que disse sobre a tua pessoa.
E nada melhor que este teu auto-retrato para te dares a conhecer em toda a tua plenitude rasteira.

Mas foi o primeiro e último comentário que fizeste neste blog.
Vai parasitar para outro lado.

Pedro Lopes disse...

Caro Fiat Lux,

sei que já leu, no post do meu colega de Blog Rui Gamboa, a minha opinião sobre este tema. Escusado será dizer que vai de encontro à sua.

N.B.- se você fosse um "anónimo crónico" eu não poderia fazer esta afirmação.

cumprs.

Fiat Lux disse...

Obrigado.
Cumprimentos.

O Leitor disse...

A citação no início do post é muito pertinente...

Muito interessante.

Dá vontade de 'roubá-la'.

Fiat Lux disse...

Pode "roubar" à vontade.
Afinal "Ladrão que rouba a ladrão ..." :)

Muito gosto em ter por cá um novo "Leitor".

Jordão disse...

É assim mesmo!

Depois de uns dias ocupado esse foi dos primeiros posts que li! E não podias estar mais de acordo!

Um abraço!