terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Merecido


Fernando Menezes

Madruga da Costa


Madruga da Costa e Fernando Menezes foram agraciados pelo Presidente da República com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.
Não percebi muito bem este timing, uma espécie de 10 de Junho fora de horas.
Mas, como açoriano, não posso deixar de me congratular com esta 'homenagem'.
Acho que ambos a mereceram.
Gostaria de ter visto Madruga da Costa mais anos como Presidente do Governo.
Acho que desempenhou muito bem o cargo, apesar de ter sido por pouco tempo.
Já Fernando Menezes esteve mais tempo como Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores e só a sua controversa saída mancha um pouco o seu desempenho. Embora, ao que parece, as principais culpas pela sua saída, pela "porta baixa", não lhe possam ser imputadas.
É a vida.
P.S. Não conheço um dos outros agraciados (Conselheiro Manuel Fernando dos Santos Serra, antigo Presidente do Supremo Tribunal Administrativo) e pelo que conheço do outro (Pedro Santana Lopes) não compreendo esta condecoração. Afinal não era ele a má moeda? E desde quando a má moeda é valorizada?

1 comentário:

geocrusoe disse...

é o peso da tradição agraciar à posteriori todos os 1.º ministros... vendo bem, houve outros de má memória e com tempo de estragar muito mais que também foram agraciados.
Num país que não responsabiliza os maus políticos, nem valoriza os bons, não me preocupo com este acto meramente tradicional.