quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Os cartazes de campanha ou a tentação de "meter a foice em seara alheia"

Acho que a publicidade & marketing são uma arte.
Quando as coisas são bem feitas vale a pena.
Quando são mais "amadoras" é muitas vezes tempo e dinheiro perdido.
Numa breve e "amadora" análise sobre os outdoors para as autárquicas em Ponta Delgada e Ribeira Grande, parece-me que os cartazes de Berta Cabral e Paulo Casaca são bons e os de Ricardo Silva e Filomeno Gouveia são mais pobrezinhos.
Berta Cabral garante que Ponta Delgada está em boas mãos.
Parece uma mensagem demasiado óbvia, mas ao mesmo tempo diz tudo o que um munícipe pode querer. Que o seu concelho esteja em boas mãos.
Dou 9 pontos (numa escala de 0-10).

Paulo Casaca joga com o facto de Berta Cabral se desdobrar entre a Câmara e a liderança do PSD, para garantir que com ele haverá um presidente a tempo inteiro.
A mensagem é clara, apesar da indirecta a Berta Cabral.
Os munícipes também vão gostar de saber que o seu presidente está lá para isso; para ser o presidente da Câmara e não para ser um presidente em part-time.
A foto de Casaca, contrariamente a outros cartazes, desta vez saiu bem.
Dou 10 pontos.
(Se as coisas se decidissem apenas pelos cartazes, o resultado ia ser bem mais
apertado para Berta Cabral e não este passeio).

Chegamos à Ribeira Grande e as coisa complicam-se.
O cartaz de Filomeno Gouveia do PSD é pobrezinho.
"Mais" e "melhor" dá para todas as eleições, em qualquer parte do mundo.
São slogans já muito batidos.
O subtítuto "mudança a sério" é um pouco melhor, mas mesmo assim demasiado "curto".
A foto não favorece nada. Para uma "mudança a sério" não é preciso ficar demasiado sério na fotografia.
Dou 4 pontos.

Finalmente, Ricardo Silva decidiu apagar-se da imagem.
Pode querer significar que mais importante que o presidente é a obra e que
a Ribeira Grande vai no bom caminho.
Por outro lado, pode significar um presidente ausente e que não gosta de dar a cara.
Seja como for também deixa a desejar.
Dou 5 pontos.
Já agora, peço aos eventuais comentadores as vossas pontuações :)

9 comentários:

Francisco Costa disse...

Ponta Delgada em boas mãos e Ribeira Grande no bom caminho, parece que foi copiado...
O cartaz de Filomeno Gouveia cheira-me a preguiça, um fundo simples, a cara e o slogan, o mesmo se pode dizer do cartaz de Ricardo Silva, tem uma foto como fundo, o slogan, o logo do partido e pouco mais.
Atenção eu sou um amador nestas coisas.

Bota Sentido disse...

Parece que há vários outdoors, porque já vi diferentes destes que apresenta. Mas, analizando os que aqui estão, digo que o de Berta Cabral tem um bom slogan e alude certamente áquilo que foi feito nestes últimos anos por ela. Quanto ao design, acho que está com umas tonalidades muito escuras e o azul não foi das melhores opções.

O slogan de Paulo Casaca é de facto uma indirecta à actual presidente da CMPD. Devia dar mais destaque ao "Viver melhor Ponta Delgada". A fotografia é a mais bem conseguida. Ganha pontos por não sem apresentar em fato e gravata. O design está fresco, simples.

O PSD parece ter escolhido o azul para esta campanha. E é um azul mono-tom que vemos no outdoor de Filomeno Gouveia. Se não fosse o site lá escrito, passava por um cartaz da década de 80. Não é apelativo e o slogan não convence, um autêntico clichê.

Quem criou o de Ricardo Silva não estava em dia de criatividade. Não capta a atenção e cai facilmente no esquecimento. Caso esteja seja o único a ser usado, mesmo o sofrível de Filomeno Gouveia consegue dar mais nas vistas, nem que seja só por ser mau.

Menina da Rádio disse...

Eu até comentava mas quando dizes que a foto do Paulo Casaca "saiu bem" vejo que estamos em comprimentos de onda muito longínquos :)

Fiat Lux disse...

Bem...comparativamente com outras de fugir :)
Talvez devesse ter dito "menos mal"

Rui disse...

Pois, Menina da Rádio, eu ia dizer exactamente o mesmo, mas vou explicar porquê: a foto do Paulo Casaca está lastimável, parece-me mais um tipo que vende na mercearia e com o devido respeito à malta das mercearias, mas dificilmente lhes confiaria s destinos de uma autarquia como Ponta Delgada. Na minha opinião, perde credibilidade. Depois, a questão da mensagem, se há coisa que detesto em política é o diálogo de surdos que os partidos entram, não dando nenhuma importancia ao que as pessoas pensam ou se interessam. Este é um exemplo perfeito disso, ele está mais interessado em combater "o outro", do que estar ao lado das pessoas. Já o cartaz da Dra Berta, é como dizes Fiat, é simples e fala às pessoas e não ao "outro".

De resto, também me parece que ambos os da RGR poderiam ser melhores. Não lembra ao diabo não por a foto.

Mas isto não é nada fácil.

geocrusoe disse...

Como não ando por aí fica-me uma dúvida.
Quando se está no poder e a pessoa se recandidata, porque não dá a cara pelo que fez?
Por cá alguém fez a mesma coisa, desapareceu dos outdoors... e suspeito porquê.

Jordão disse...

Esses cartazes todos mostram o actual estado da política na região – uma miséria franciscana!

Não gosto de nenhum. o mesmo mau é do Ricardo Silva pois assim não tenho que gramar com as trombas de ninguém mas sim com uma magnifica paisagem da Costa Norte. Até podem dizer que o Ricardo tem medo de aparecer mas o que é certo é que ele tem uma boa equipa, com especial destaque para a Lurdes Alfinete, responsável para cultura.

Mudança a sério??? Então esse senhor não foi durante 12 anos o braço direito, o número 2 do António Pedro, naquela que ficou conhecida como a era negra da Ribeira Grande, onde com a simpatia o actual deputado não fazia nada de nada e a Ribeira Grande ficou para trás em tudo!!!

O problema dessa gente é que na Ribeira Grande não há alternativas como por exemplo em Santa Clara. e não falta gente com capacidade lá para cima. O problema é que ou não se querem chatear ou então já estão vendidos.

Quanto ao fato ou gravata, isso só mesmo no nosso país é que as pessoas são catalogados pela roupa que vestem! Que tristeza! O que certo é que a campanha de Casaca prima pela fraco, aliás muito fraco. Ele só repete ideias dos outros e ainda por cima más ideias! É mesmo carne pra canhão!

Jordão disse...

*mesmo - queria escrever menos mau!

Legoman disse...

Eu continuo a achar que o candidado do psd-a à Lagoa se parece com o humorista Eduardo Madeira (para quem não se lembra, o tal q faz a dupla de panisgas com o Bruno Nogueira). É que estão mesmo parecidos. :)