sábado, 4 de julho de 2009

Afinal não choveu :)


O concerto de Roger Hodgson esta noite nas Portas do Mar foi...um espectáculo!
Os "velhotes" reviveram temas da sua juventude e os jovens ouviram um grande senhor. (Se não tem o título de Sir deveria ter).
Roger Hodgson é uma simpatia, e se na música isso não é o mais importante, detesto ir ver um concerto em que os artistas se julgam de uma outra galáxia. Gosto de vê-los a falar com as pessoas. Como seres humanos que são afinal.
Hodgson foi conversando ao longo do espectáculo.
Como esta foi a sua primeira vez nos Açores, fez o elogio da praxe e admirou-se como é que os açorianos conseguiam manter este segredo (suponho que pensava nos Açores como um paraíso?).Prometeu voltar para explorar isto.
O concerto decorreu num dia de grande humidade e Roger Hodgson bem a sentiu.
Ele e os seus instrumentos (teve de afinar a guitarra pelo meio e de chamar os técnicos para resolver um problema com o teclado).
E ainda se admirou como é que tanta gente aqui percebe tão bem o inglês, "melhor do que em Portugal".
Agradeceu ainda o convite das Portas do Mar (foram as únicas palavras que disse em português)
e do Governo, admirando-se de um Governo pagar espectáculos destes, mas considerando que o Governo faz muito bem.
O espectáculo durou, pelas minhas contas, cerca de hora e meia.
Foi possível ouvir temas como Give a Little Bit, The Logical Song, Dreamer, Oh Lord is it mine (o tema preferido do autor) e It's raining again (tema guardado para o único encore da noite)...
e afinal não choveu :)
Resta dizer que Roger Hodgson se fez acompanhar do multifacetado Aaron Macdonald (Canadá) que encheu as medidas do (muito) público, sobretudo nos solos de saxofone.
Hodgson e Macdonald tocam juntos há quatro anos.
Para saber mais dê uma volta pelo site de Roger Hodgson.
P.S.
As fotos não são do espectáculo desta noite. Apesar de ninguém ter pedido para não tirarem fotografias ou filmar.Coisa rara por estes dias, ainda para mais com músicos deste gabarito. Mas a verdade é que Roger Hodgson certamente não ficou mais pobre por ter sido fotografado e filmado por quem quis. Como deixei a máquina em casa resta-me ir ao "arquivo" do google :)

1 comentário:

Maninha disse...

admirou-se do governo pagar espectáculos como este? não sabe da missa a metade...