sábado, 24 de janeiro de 2009

Não são as vacas que estão loucas


A tola polémica à volta das "vacas açorianas da Moita" a pastar na Praça de Espanha deve ser vista sob duas perspectivas:

1- a questão dos direitos dos animais.
2- o sucesso/insucesso da campanha de marketing/publicidade

Em relação ao ponto nº1, acho extraordinário que os ambientalistas defensores dos animais tenham feito tamanho berreiro e vivam indiferentes, ou pelo menos calados, perante as condições (abaixo de cão) em que vivem permanentemente muitas pessoas, exemplo dos sem-abrigo em Lisboa e não só.

Em relação ao ponto nº2 acho extraordinário que haja quem tema os eventuais efeitos negativos desta campanha para o turismo açoriano, como se os lisboetas que só viram uma vaca em fotografia ou vídeo fossem achar que os Açores não passam de um enorme pasto, com animais enregelados, stressados...coitados. Conclusão que os levaria a trocar umas férias nestas ilhas paradisíacas por um outro qualquer destino mais "asséptico".

E como já é tempo de deixar de ruminar em questões de "lana caprina",
transcrevo apenas uma das várias opiniões sensatas que fui lendo por aí.
Esta vinha hoje na Primeira Coluna do Diário Insular:

"Quem tanto se preocupa, alegadamente, com o bem-estar dos animais, pensa, com certeza, que os bifes e os ovos vêm das prateleiras dos supermercados, acha que os filetes são uma espécie de peixe, ou que as baleias são peixes enormes. Ou então importa-se muito com os animais e nem tanto com, por exemplo, os sem-abrigo que - esses sim - abundam em Lisboa e vivem em condições, por ventura, piores do que as vaquinhas da Praça de Espanha. À falta de mais animação na capital para encher os telejornais, há que malhar nos Açores! Pegou moda!"

3 comentários:

Miguel disse...

"...aquelas vacas na Praça de Espanha me fizeram lembrar as traseiras do Circo Altas, faltando apenas o lama descabelado e o elefante enrugado..."

Anónimo disse...

E em vez de vacas tivessemos bananas salpicadas pequeninas não diziam nada...

bianca disse...

Meu amigo, como vc é equivocado naquilo que posta.
Acusa os que defendem os direitos dos animais de serem indiferentes aos sem-abrigos, por ex, esquecendo-se que, pessoas como vc,certamente não faz nem uma coisa nem outra.
Engana-se amigo, aqueles empenhados na defesa dos animais, porque são pessoas de bom coração e porque se preocupam com o planeta como um todo, estão engajados em tudo que se relaciona não somente ao bem-estar animal mas também ao bem-estar humano.
Preocupamo-nos inclusive com o nosso planeta, que caso o amigo não saiba, grande parte dos danos causados vem da agropecuária, tão largamente explorada para que carnívoros se satisfaçam.
Faça vc a sua parte com relação aos sem-abrigos, os protetores dos animais não estão te acusando de nada, deixe-os em paz.