sexta-feira, 26 de setembro de 2008

M&M, o MPT esta noite na RTP-Açores

Manuel Moniz, do Movimento Partido da Terra foi hoje à RTP-Açores. M&M diz que há 15 a 20 mil eleitores "conscientes" à espera de serem conquistados e que para esses a melhor opção é votar no MPT porque têm "melhores ideias e, acima de tudo, protagonistas".
Quem? O próprio M&M (que se define como "incisivo, correcto e isento"!?) e Pedro Monteiro,fotógrafo, um gajo porreiro, ambientalista e que gosta dos priolos!? Oh Manel e a modéstia ?
Ah, e na Terceira têm uma "candidatura virtual". Afinal M&M é também "transparente".
E qual seria a prioridade do MPT no parlamento regional?
Ter um gabinete aberto e "telefones para as pessoas saberem onde estamos"!?
Mais uma ideia original: - a Assembleia Regional deveria acompanhar, em peso, as visitas anuais do Governo às várias ilhas.

Ideia forte:
- Açores devem ser uma região ecológica (até a Base das Lajes pode ser uma base ecológica)
- O lixo não pode ser encarado como um negócio, que quase nos leva a desejar produzir muito lixo para rentabilizar o negócio.

Queixa com sentido:
- Incumprimento da lei no que respeita ao voto em braille.

Frase mais feliz:
- Vimos da terra e vamos para a terra, pelo menos que seja uma terra de qualidade!

P.S. Sugestão ao Manuel Moniz: não fazia mal nenhum ter a sua foto e a do Pedro Monteiro no site do MPT e no Blog. Procurei na internet e o melhor que consegui foi esta foto do M&M músico!?

Oh rapaz,neste caso não é preciso tanta modéstia. O Pedro até pode tirar-te uma foto porreira :)

Certeza: Com Manuel Moniz na Assembleia Regional ia ser uma animação. Quem sabe não seria o nosso "deputado-relógio", como o homem do PND na Madeira, sempre com uma na manga :)

4 comentários:

Rui Gamboa disse...

Também não achei muito normal o MM falar de si próprio naqueles termos. Cada um é livre de ter a opinião de si que quiser e a auto-confiança é algo importante e que deve ser valorizada. Agora, os eleitores não gostam de ouvir os candidatos falarem de si dessa forma.

No entanto, caro Fiat Lux, MM disse muitas coisas certas. O Ambiente tem que começar a ser visto de outra forma nos Açores, temos que começar a protegê-lo, porque não o fazemos ainda. A questão dos sacos plásticos é, neste tema, sintomática. É verdadeiramente assutador a quantidade de sacos que são gastos diariamente nas superfícies comercias dos Açores. Por essa Europa fora, paga-se por cada saco plástico (à volta de 3cents os normais e 10cents os mais fortes que são re-utilizáveis várias vezes) e a partir do momento em que se começa a mexer com a algibeira das pessoas, elas começam a estar mais despertas para os assuntos em questão.

Não concordo com ele quando diz o tratamento de detritos não pode ser visto como um negócio. Acho que pode e deve. A sua abordagem é errada.

Ele, MM, pode vir a ter um bom resultado, não sei, no entanto, se será suficiente para ser eleito. Receio bem que não.

Mudando de assunto, convido-lhe a ir participar na 'sondagem' sobre as Legislativas que está na barra da Máquina de Lavar.

Cumprimentos!

Fiat Lux disse...

Caro Rui
Estou basicamente de acordo quanto à maioria das questões ambientais, embora estes assuntos não possam ser encarados com algum lirismo e num ambiente "flower power".
Quanto ao lixo como negócio aqui até estou de acordo com o MM. O lixo para ser um negócio rentável exige, como muitos negócios, grandes quantidades. Há projectos inovadores (plasma por exemplo) sem condições de serem aplicados cá porque não há lixo suficiente para que a instalação de uma unidade dessas (que ao que julgo só está bem desenvolvida no Japão) possa ser minimamente viável.
Julgo que o Governo Regional já terá indagado dessa viabilidade, mas mesmo na Europa "civilizada" esse é um método ainda muito embrionário/experimental.
E agora ... vou votar... na tua sondagem.
Cumprimentos.
Bom fim de semana.

P.S. Tenho a entrevista do Paulo Estêvão gravada. Quando a vir dirte-ei (no teu blog) a minha opinião.
E hoje temos a Zuraida do BE.
Propus-me esta tarefa árdua de ver todas as entrevistas atentamente.Para ficar melhor esclarecido e votar em consciência :)
Mas há uma coisa que já sei: Deus nos livre de nova maioria absoluta do PS. A sua prepotência já iguala a do PSD de Mota Amaral nos piores momentos.

o provedor da coisa... disse...

Oxalá que o Manuel Moniz seja eleito.

Oxalá que o PS não tenha maioria absoluta.

é dos pequenos partidos que tem vindo as melhores ideias.

Do PS e PSD é um deserto.
Nestes partidos há gente que nem uma redacção sabem fazer.

Se os Açores continuarem a serem governados por estes cromos de certeza que vamos ter mais uma década de atraso.

Eu já optei.

Eu voto MPT.Eu voto Manuel Moniz.

Rui Gamboa disse...

Eu não penso escrever sobre todas as entrevistas, pois nem todas me dizem o suficiente para tal. Escrevi sobre o PPM em primeiro lugar porque o seu candidato defendeu uma representação açoriana junto em Bruxelas, algo que eu já há muito tempo o faço, mesmo antes de lá estar.

Todavia, penso que Fiat Lux faz aqui um autêntico serviço público, pois há muita gente que não tem acesso à rtp-açores, por esse mundo fora, e que se interessa por esses assuntos. Recordo-me, a este propósito, das entrevistas que Césas e Costa Neves deram já há algum tempo e que foram aqui analisadas ao detalhe. Eu, estando fora e sem rtp-a, só através deste blogue (de outros também, mas com outras prespectivas) é que pude ficar com uma ideia de como correram.

PS: Até ao momento é mesmo o MPT que está com mais votos na nossa pequena sondagem.