segunda-feira, 8 de junho de 2009

A cara da derrota


Vitalino na noite da derrota.
Não era tempo para lançar foguetes nem para ir buscar as Canas.
O "erro de casting" Vital acabou por ser ... fatal.
Achei curioso que Carlos César tivesse reconhecido isso no discurso de derrota.
Mas o seu "venenozinho" está lá sempre e César já foi pondo água na fervura da agitação socialdemocrata. Diz que o PSD Açores também vai ter o seu Vital Moreira para atrapalhar.
É já a seguir, nas legislativas nacionais, e o Vital do PSD-Açores vai chamar-se Manuela Ferreira Leite. Será mesmo?
Eu no lugar de César não tinha assim tanta certeza.
Lembram-se de há tempos Duarte Freitas ter recomendado um banho de humildade a Carlos César?
Acho que o presidente do PS continua sem tomar esse banho.
Humilde foi Maria do Céu Patrão Neves que na hora da vitória estendeu a mão a Luís Paulo Alves e a Carlos César.
Uma bofetada de luva branca, depois da grosseria de César que acusara o PSD de ter ido buscar uma candidata às prateleiras de um qualquer supermercado.
Pela boca morre o peixe.
Ou a lebre.
É que neste caso o PS comportou-se claramente como a lebre que ignora a tartaruga.
E depois perde a corrida.

5 comentários:

Tiago R. disse...

César é o grande e semi-oculto derrotado destas eleições.
A sua longa experiência (manha?) política permitiram-lhe adivinhar o facto e recolher-se a uma ausência inteligente. Mas essa ausência, provavelmente, ainda agravou mais o descalabro.

E não consegue ocultar o que os resultados têm de castigo do eleitorado também para com o governo regional.

geocrusoe disse...

destes resultados de facto não se podem tirar ilações dos próximos actos. Mas lanterna que vai à frente ilumina a dobrar e há sempre o efeito onda e enguiços quebrados que podem ajudam os vitoriosos.

RRG disse...

O facto de ser professora de Ética já se começa a sentir, Maria do Céu Patrão Neves está, de facto, noutra dimensão do comportamento político.

Anita e Miguel disse...

Pegando no orgulho açoriano, e nem foi preciso atravessar o Atlântico dos blogues para ler uma anáilse fria, com graça, e muito inteligente sobre o que (se) passou nas urnas de Domingo...

Lá longe disse...

Maria do Céu Patrão Neves é uma pessoa de convicções e coragem, uma grande professora de ética, esperemos que também seja uma grande eurodeputada, lá capacidade e competência tem.