quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Os Açores e o "erro" de Darwin



Darwin passou nos Açores em 1836, no regresso a Inglaterra da sua viagem de exploração no Beagle. Apesar de só ter ido a terra na ilha Terceira, disse nas suas memórias :"Gostei imenso da visita, mas não encontrei nada digno de registo". Os cientistas açorianos querem provar que Darwin se enganou ao menosprezar o interesse das ilhas. Vão fazê-lo com um Simpósio Internacional. É a forma de se associarem às celebrações dos 200 anos do nascimento de Charles Darwin e dos 150 anos da publicação da Origem das Espécies. Frias Martins do Departamento de Biologia da Universidade dos Açores está à cabeça deste "movimento". (Fonte Lusa)

4 comentários:

Anónimo disse...

Mas se o homem só foi à Terceira o que esperavam?

pest control... disse...

Claro na Terceira só toiros....
O que há mais de interessante?

Anónimo disse...

Se Darwin passasse por cá hoje, o Beagle teria atracado no cais dos cruzeiros e o cientista deambularia pelas Portas do Mar.

Anónimo disse...

Tive uma professora de Biologia que amava mais Darwin do que sei lá o quê. Mas o que a mulher gostava mesmo era do Anaias.