quinta-feira, 19 de março de 2009

A data das eleições


Cavaco Silva já marcou as eleições para o Parlamento Europeu para 7 de Junho.
Mas este ano ainda temos que votar para a Assembleia da República (a marcar pelo PR) e para as autárquicas (a marcar pelo Governo).
As autárquicas terão de ser marcadas para o período entre 22 de Setembro e 14 de Outubro.
As legislativas terão de ser marcadas para o período entre 14 de Setembro e 14 de Outubro.
Assim sendo, não percebo as dúvidas que se levantaram sobre a realização das duas eleições no mesmo dia.
O único domingo em que é impossível coincidir é no 20 de Setembro. De resto há três hipóteses: 27 de Setembro, 4 ou 11 de Outubro. Qual é o problema? Não pode ser no mesmo dia porquê?

2 comentários:

nanda disse...

Poupava-se muito dinheiro se fossem no mesmo dia.

Tiago R. disse...

Do ponto de vista da comunicação com os eleitores ia haver um enorme "ruído" que, por um lado apagava os problemas locais, e por outro misturava-os com os nacionais, naquela que é a mais importante eleição do país: o Parlamento.

Depois, creio que nunca antes coincidiram autárquicas e legislativas. O comportamento dos eleitores seria completamente imprevisível. Iriam votar da mesma maneira para a Câmara e para a AR? Ou será que iriam inverter o voto? Iriam abster-se mais ou participar mais?

Enfim, remeteria todos os "engenheiros eleitorais" para um limbo desconhecido. E os partidos temem isso.