sexta-feira, 13 de março de 2009

O reino submerso do "Atlântida"



Açores paga €48 milhões por barco cheio de remendos
Um barco para transporte inter-ilhas construído nos estaleiros de Viana custou mais do que o previsto, atrasou-se um ano e ainda não foi certificado. Há dias ainda se detectavam cerca de
100 anomalias. (Expresso)


Parecendo alheada de toda esta trapalhada a Atlanticoline continua impávida (tal como o navio)

3 comentários:

Anónimo disse...

Um barco tão novo e já mete tanta água?! Fosca-se! E o Raposo, não diz nada? Cambada!!

Anónimo disse...

Lemram-se da mão de Deus num golo de Maradona?

Pois esta noticia teve a mesma sorte, foi tocada pela mão de um Deus nosso, que vive cá nos Açores.

Só não vê quem é cego.

ilhas de bruma disse...

Parece que quando foi iniciada a construção do dito navio, o GR nomeou um (Eng. naval) fiscal para acompanhar a obra. No entanto a certa altura o homem apresentou a demissão ou foi despedido??????, mas parece que antes de toda esta polemica estalar o homem escreveu um relatório a apontar um monte de falhas graves. O que terá ele escrito nesse dito relatório?!?!?!??! Nunca mais ninguem ouviu falar nisso...