quinta-feira, 5 de março de 2009

Dia F- contra o crime ambiental da Fajã do Calhau (ponto da situação às 14h00)


Hoje é dia de luto e ...de luta!

Há pouco ouvi na RDP que foi apresentado aos deputados um "projecto" ... que não existe !?
A obra avança a "olhómetro".
A senhora que foi lá explicar não soube ou não quis explicar muitas das dúvidas.
Veremos o que farão os "nossos representantes" com tanta "informação" colhida no terreno.

Blogs que já aderiram ao dia F (Lista actualizada às 14h00)
(Isto começa a ganhar uma expressão engraçada. Força.)

Foguetabraze
Alegre ou triste
Ninho de víboras
An year by the sea
Candilhes
In Concreto
Activismo de Sofá
Ilhas do Mar
A ilha dentro de mim
Fórum Ilha das Flores
Política Dura
Mulheres de Atenas...

e o Fiat Lux, claro :)

E ainda este parecer da Associação Amigos do Calhau
e este outro dos Amigos dos Açores.

P.S.Agradeço que à medida que forem aderindo dêem conhecimento aqui por exemplo.(Sobretudo os blogs que não estão disponíveis no Planeta Açores)


Obrigado.

8 comentários:

Anónimo disse...

O bode do piné já aderiu

Banana do Pico disse...

senhor, a nossa mercearia tambê ê gente, a gente tambê nâ quÊ isso pa nossa fajã

Anónimo disse...

Nunca tive medo de remar contra a maré quando tenho razão e não me provam que estou errado.

Eis algumas questões que ninguém responde.

Os habitantes de Água Retorta, os que tem terras na fajã e fazem uso dela, pensam o quê da obra? É boa ou é má?

Interessa-nos como que a Fajã do calhau seja um espaço "vivo" ou, pelo contrário, um lugar morto, sem gente e com os campos abandonados?

Interessa-nos que a Fajã do Calhau tenha turistas sem acessos minimamente seguros?

Interessa-nos que a Fajã do Calhau tenha um ambiente intocável, sem se poder lá chegar para usufruir da sua beleza?

A flora da zona era constituída por endémicas ou plantas com algum interesse especial??

Existia lá conteira, faia do norte, canas e outras plantas invasoras?

No caso de existirem invasoras que fazer: deixar, controlar ou destruir?

O que se deve fazer com as invasoras? deixar prosseguir a expansão, controlar a praga ou destruir?
Esta obra abriu a hipótese de se plantarem endémicas?

A imagem que se tem de avião regenera em quanto tempo ou nunca mais regenera?

Mais do que dias de luto, interessa é discutir o essencial.

Anónimo disse...

Meia dúzia de gatos pingados...

Anónimo disse...

E um Dia F para o Largo do Teatro Micaelense?
Aquilo sim é que está uma boa Fod.!

Carlos Borges Sousa disse...

O "Quebrar sem Partir" solidariza-se com o Dia F ...
http://quebrarsempartir.blogspot.com/2009/03/faja-do-calhau-o-dia-f.html

Kassette disse...

Anónimo #2

Você nunca lá foi, pois não?
Eu até lhe podia responder às suas questões mas como são claramente ensaiadas e repetitivas, não vou perder tempo.

Quanto aos Turistas...a sua pergunta foi (também) infeliz. Sacrificar o que é nosso para agradar os outros? Que bonito...pff

Anónimo disse...

Mais de 100 casas, mais de 200 pessoas deslocam-se regularmente.. Chega?