quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Jornal de campanha: Dia 3

CDS-PP (4) - Queixa-se de vandalismo sobre os seus cartazes e apresenta queixa na PSP. Artur Lima diz que todos os outros partidos são suspeitos. Que é "uma maldade", praticada por "gente que não presta, vermes, canalhas..." É pena que passados tantos anos sobre o 25 de Abril persistam estes comportamentos. Tem razão: é de "gente que não presta". O pior é que fizeram-no perder um dia. No Telejornal da RTP a campanha do PP ficou-se pela ...destruição da campanha do PP !?

PSD (5) - Na sauna em que se transformou o salão dos "Minhocas" das Flores Costa Neves fez strip tease (parcial :) ... e sobre a promessa do cabo de fibra óptica disse o que Paulo de Carvalho canta há anos "Dez anos é muito tempo". Bom o apelo ao voto , mesmo que em outros partidos, para quem quiser "dizer" que está farto do Governo. O voto é uma arma !

PS (4) - César repetiu na Horta os argumentos de há 4 anos ... e de há oito anos atrás. Que a Região estava falida,que pôs tudo direito. E agora vêm estes gajos que querem deitar tudo a perder outra vez. Até Fernando Menezes ajudou à festa acusando a dama de ferro Ferreira Leite de ter cortado no financiamento para reconstrução. Até pode ser tudo verdade, e há muita coisa que é verdade, mas já não há pachorra para a mesma conversa. Que tal olhar um pouco mais para a frente?

BE (3) - É preocupante a saída dos jovens das suas ilhas para irem para a Terceira, S.Miguel ou Lisboa. É preciso um "projecto galvanizador" para fixá-los, mas dizer que é preciso todos sabemos. É preciso dizer como se faz. E isso o BE também não sabe dizer.
Têm razão na preocupação pelo aumento da violência sobre as mulheres, com várias mortes nos últimos tempos. Mas aqui, mais uma vez, não há nenhum Governo que possa controlar emocionalmente os cidadãos (e as cidadãs). Há?

PDA (2) - Uma disciplina de História dos Açores? Ok, estamos todos mais ou menos de acordo nessa matéria (Não é assim Paulo Estêvão?). Mas querer que os alunos passem todos de ano desde que se comportem de forma educada e independentemente dos seus conhecimentos é uma ideia peregrina. Bom, na verdade a Secretaria da Educação até já implantou um sistema que não é muito diferente disso. Passar de ano é o mais fácil hoje em dia. Difícil é alguém ser reprovado.

Frase do dia:
[O que dirias se houvesse uma disciplina de História dos Açores]
Aluna da Escola da Ribeira Grande:
- "Sempre era melhor do que o professor falar de Portugal" !?

4 comentários:

Jordão disse...

Caro Fiat desculpa lá mas não estou de acordo com as notas! Dar 4 ao PS por repetir a mesma conversa e só dar 3 ao BE, não me pareceu muito justo! Não há notas negativas? É que a campanha do PDA prima pela negativa, sem discurso, vazia de ideias! No entanto foi bom ver como estava a minha antiga escola e que os velhos problemas ainda se mantêm – já no meu tempo, e já lá vão muitos anos, a escola estava com excesso de alunos!

O que dizes do post do Açores, SA que – “a partir de agora – a RTP/A iria emitir no seu telejornal uma cobertura de campanha em apenas 7 dos 13 dias da campanha eleitoral.” Bonito serviço, não? Assim essa tua análise também fica em risco!

Já agora esse teu diário de campanha não deixa ninguém indiferente (boa ideia, sim senhor!) que o diga o Paulo Estêvão!

Rui Gamboa disse...

Fiquei boquiaberto quando ouvi o líder do PDA sobre os alunos passarem de ano, só porque sim. Ele foi ao ponto de dizer algo como "não está correcto os alunos estarem dependentes daquela escala de 0 a 20". O líder do PDA deve achar que, uma vez no mercado de trabalho, as pessoas sobem só porque sim. Até pensei que não tinha ouvido bem, mas felizmente que há aqui o diário de campanha do Fiat Lux...

Anónimo disse...

Belissima análise.

E que dizer de Berta Cabral, numa manifestação do equilibrio regional que lhe vai na cabeça, prometer uma terceira circular para Ponta Delgada?

Fiat Lux disse...

Caro Jordão

isto da política é como no futebol, onde alguns vêem um penalty outros não vêem qualquer falta...
É a subjectividade inevitável.
Já agora sugiro que contraponhas as minhas notas com as tuas.
Vamos a isso?

Como as notas são de 0-10, de 0-5 é uma má nota. Não posso dar menos que zero :)

Espero que a RTP repense essa cobertura.
Se os partidos concorrem aos mesmos círculos eleitorais têm direito ao mesmo tempo de antena e também devem ter direito à mesma cobertura na rádio e tv públicas.
Só há um partido com direito a menos tempo, o MPT, porque só concorre em S.Miguel e Terceira
(embora aqui, como assumiu o Manuel Moniz seja uma candidatura virtual !?)
O Paulo Estêvão tinha razão, já
lhe dei uma nota também e até foi uma boa nota :)
Mas é interessante ver que os partidos querem ter o feed back da sua campanha. Se fosse candidato também queria.

Caro Rui

o PDA está a fazer desta vez um pouco mais que nas outras campanhas; apresenta "ideias" completamente mirabolantes
Sempre anima a campanha.


Ao anónimo
apenas lhe digo que vou dar uma grande nota ao PSD à custa de Berta Cabral.
Essa da terceira circular se a disse é infeliz...mas daquilo que ouvi foi o melhor da campanha do PSD até hoje...de longe...