terça-feira, 21 de outubro de 2008

O "ditador" César

Este homem é um ditador?
Paulo Estêvão, que acaba de ser eleito deputado pelo PPM (parabéns),
acha que sim.
"César,o Ditador" é o título da obra que Paulo Estêvão promete lançar em breve.
Um potencial "best seller"!

Ditaduras à parte, há uma coisa que César é de certeza: um manipulador das palavras.
Quando lhe perguntam se o PS ficou a perder com a elevada abstenção, ele diz que é natural que muita gente não tenha ido votar na presunção de que o PS ia ganhar (quem assim pensava eram os socialistas, naturalmente).
Ora, perante a mesma questão (preocupantes índices de abstenção) César disse que "evidentemente que os partidos com mais votos têm menos responsabilidades na abstenção"!?
Afinal, em que ficamos? Os milhares que se abstiveram eram mais socialistas ou mais não-socialistas? Ou a resposta é diferente conforme convém?

4 comentários:

o psiquiatra de serviço disse...

A resposta correcta é que os socialistas são mais inteligentes do que os não socialistas. Como os primeiros sabiam que íam ganhar, não foram votar (logo todos os abstencionistas são socialistas) e os que não eram socialistas e que eram burros (pois não se aperceberam que o PS iria ganhar) foram todos votar no PS de César.
Daí talvez possa resultar que os socialistas sejam todos os abstensionistas, mais o que votaram no PS. Os que votaram em branco eram daltónicos, os que votaram nulo viam mal ao perto e só os que votaram noutros é que não são socialistas. Tá tudo explicado. É o sonho da "Grande Família" tornado realidade.

é preciso ter lata! disse...

Maioria absoluta com 23% do total dos eleitores.
Até dá vontade para rir.
Vamos continuar a ter um governo autista, incompetente, para os amigos, compadres e familiares.

Una grande famiglia, segundo o arguto Psiquiatra de Serviço.

M.C disse...

Não vá o diabo tecê-las e ainda seja processado por chamar "ditador" a Carlos César.......


Saudações

Anónimo disse...

Os que não votaram domingo passado foram os que não receberam o kit autonómico. Eu fui um deles...