terça-feira, 14 de outubro de 2008

A minha "declaração de voto": O voto útil é nos pequeninos !

Nesta campanha, ao contrário de outras, pouco se tem falado do voto útil.
Talvez porque agora "todos os votos contam".
Eu acho no entanto que, mesmo com o novo sistema eleitoral, continua a haver um voto útil, só que agora é nos pequeninos.

Todos ja perceberam que o PS vai ganhar. Provavelmente com maioria absoluta. Talvez ainda com uma maioria "mais absoluta" do que em 2004.
Sendo assim, mais uns votos no PS são votos desperdiçados. Além do mais, no grupo parlamentar do PS, a grande maioria dos deputados faz figura de corpo presente.

Todos já perceberam também que o PSD vai ser o 2º partido mais votado. Mais um ou menos um deputado do PSD é igual ao litro. E tal como no grupo parlamentar do PS, a maioria dos deputados do PSD faz figura de corpo presente.

É por isso que um voto útil é num dos pequenos. Podem não ser melhores que os piores do PS e PSD mas serão certamente diferentes. E falarão sem peias partidárias, sem obsoletas disciplinas partidárias,sem papas na língua. E dirão o que os deputados do PSD e PS nunca diriam.

Por isso, repito: o voto útil é num dos pequenos. Como eu gostava de vê-los, a todos, pelo menos com um deputado no parlamento regional!

P.S.
O Orçamento de Estado para 2009 é claramente um orçamento eleitoralista. Vem servir os interesses de Sócrates, mas em primeiro lugar os de César. É que vem provar que, afinal, o PS, mesmo lá fora, não é assim tão mau. Agora a crítica de que "Sócrates e César são farinha do mesmo saco" só servirá para beneficiar ...César.

18 comentários:

Jordão disse...

PSD (5) medidas (uipi) até que enfim! Afinal é esse objectivo de uma campanha! Agora se não são originais isso já não é assim tão importante, ou não. O que é certo é que são boas medidas. Isso só vem provar que Costa Neves sozinho até safa-se mais ou menos bem: discursa bem, apresentas ideias, não é bimba, diz umas graçolas – a do apagão foi engraçada mas quando está com os “companheiro” de S. Miguel que só o querem ver enterrado, aí é que as coisas dão para o torto!

PS (0) nada de novo! Vale tudo para caçar o voto! Hoje os “boys” auto - denominados socialistas já podem tomar o pequeno almoço descansados, é que acabou de atracar um mega-navio nas Portas do Mar – são perto de 300m e a operação ocorreu sem problemas e com a maré-baixa! O problema é que vai ter que reabastecer ao porto antigo, mas isso são só pormenores! Já imaginaram se esse navio encalha-se na obra do século!

CDS PP – (1) apenas e só pela ideia (excelente diga-se de passagem) do enfermeiro de família – é que a grande maioria dos utentes do serviço regional de saúde são idosos que muitas vezes só precisam de uma palavra amiga, de medir a tensão, controlar os diabetes, etc e teriam um papel importantíssimo na prevenção que está completamente esquecida por cá! Quanto à afirmação de que não há só meia dúzia de preguiçosos, são centenas de malandros a receber o RSI – tem razão, muita razão mas a maioria dos beneficiários ganham menos do que 960€, portanto…

BE (5) CDU (5) nas ilhas pequenas, nas cidades grandes, eles estão em todas e sempre com o dedo na ferida e melhor ainda – com algumas ideias para tentar solucionar esses problemas.

MPT (5) aí está uma voz contra o projecto, que alguns empresários traçaram, por Ponta Delgada no Guinness, como cidade com mais lojas por habitante. Atenção que vazias e encerradas também devem contar.

PPM (5) como dizia o meu avó, Paulo Estêvão é como a banda da Relva: “o mesmo e mais forte”. Sem dúvida uma boa voz do Corvo. Quanto ao parque de campismo (muito bem localizado), sei de fontes seguras que a Câmara Municipal já tentou resolver a situação mas a única empresa de construção civil presente na ilha pediu um valor muito elevado!

PDA (0) fiquei muito desiludido ontem no Telejornal, não houve mais nenhum ideia bombástica, nem mesmo a vapor. Vi apenas embaraço na resposta a uma pergunta interessante colocada por algum que não era de cá! Mas eis que surge o tempo de antena e lá estava a bomba do dia: passagens aéreas gratuitas para os estudantes e trabalhadores que não estão deslocados da sua ilha natal! Grande ideia sim senhor, a propósito se essa ideia for avante quero desde já que fique bem claro que nasci nas Formigas portanto terei direito a viajar de graça pelas 9 ilhas dos Açores, continente e Madeira! Mais uma perguntinha senhor Ventura e DRª não sei das quantas que aparece sempre por detrás dele (pensavam que a arrogância só está presente nos partidos grandes – tinha que aparecer aquele DRª antes do nome, no tempo de antena), e o resto dos destinos para onde a Sata voa neste momento, também estão abrangidos pela sua proposta? É que assim ia a Boston nos fins-de-semana maiores só para fazer umas comprinhas!


Caro Fiat gostei da tua análise sobre o voto útil. Aliás tenho vindo sempre a defender que esses partidos ditos pequenos mas com ideias grandes, ao contrário dos outros que com mais ou menos “D” no nome limitam-se a atacarem-se mutuamente!

Anónimo disse...

Eu, sou como aquela tia que dizia que "se pudesse dava um voto a cada partido".
Que é que querem. Sou assim.
Na campanha eleitoral comovo-me com todos, porque:
- falam, que consola a houvir;
- tem projectos de encantar;
- afirmam que, se ganhharem, temos o paraíso na terra.

E levamos há 30 anos nisto.

Anónimo disse...

A anáse do Sr. Jordão continua imbuída de má fé contra o PP.

O aumento dos deputados foi aprovado por uma assembleia inteira, incluindo pelos deputados do PSD.

Os 960 € mencionados não são benesse exclusiva do deputado do PP. Será que os outros, simbolos de pureza, não beneficiam?

Os aumentos foram aprovados por todos os deputados e não apenas pelo do PP. Os outros, criaturas sem mácula, não levantaram o dedinho?

Se tem de haver contestação a este aumento escadaloso, e na minha opinião, tem, é contra todos os deputados, incluindo os do PSD.

O direccionamento exclusivo para o deputado do PP, é, naturalmente, um desosnestidade politica, explorada apenas por má fé.

Homessa disse...

Sem sondagens, qualquer leitura pode cair em erro. Creio que poderá haver um voto de descontentamento e colocar o PS no limiar da maioria relativa.

Jordão disse...

Caro anónimo é certo que o único deputado não PS ou PSD da Assembleia Regional não recebeu em exclusivo um generosíssimo aumento. Mas esse foi ainda mais avultado já que sendo o único deputado do PP, acumula funções logo o aumento nota-se mais. Aliás 960€ foi o numero que mais veio a publico e sempre associado ao numero do PP Açores. Mais, Artur Lima é novamente candidato, o que não acontece com alguns dos outro deputados além de que numero outros deputado tem um numero associado. Se conseguir arranjar um nome de deputado associado a um numero é com enorme prazer que farei referência. E se reparar as minhas notas dadas ao PS e PSD têm sido muito semelhantes às do CDS PP. Até pode ter um pouco de razão mas tem que concordar que é mais fácil nomear um do que nomear 30 do PS ou 20 do PSD.
Aquilo que o senhor chama de minha “análise” não está imbuída de má fé, antes pelo contrário. Só falo daquilo que sei e tento absorver o máximo que posso da campanha eleitoral para assim poder criticar e enaltecer o que se vez.
Cumprimentos já não perca o debate de logo! Ainda ninguém falou de turismo nem das tarifas aéreas, porque será?

Anónimo disse...

O PS vai perder as eleições.Por uma razão muito simples.Governou péssimamente, à base da mentira e da intrujice.
Os Açores estão à beira do colapso financeiro.
Só os tontos é que não sabem o que se passa nos bastidores.
Realmente o VOTO ÚTIL É NOS partidos pequenos.

Não têm tonys carreiras nem quins barreiros mas têm honestidade, capacidade de sacríficio, ideiais e merecem ser premiados nestas eleições.

Anónimo disse...

Caro Jordão

Continuo sem perceber porque é que quando se fala em aumentos de deputados, apenas o nome de Artur Lima lhe flui na mente. Todos aprovaram o aumento e todos beneficiaram dele.

Daí que eu não perceba em que medida esta situação escandalosa pesa negativamente para o PP e equanto não pesa para os outros partidos!

É evidente que esta focagem está imbuida de má fé. Qualquer individuo, com um QI médio, percebe porque é que Costa Neves a levantou e porque é que certa imprensa a empolou.

O Sr. Jordão nas suas análises parciais está naturalmente embuído de má fé.

Anónimo disse...

Anónimo 15:57

Contrariamente ao que afirma o PS vai ganhar folgadamente. Provavelmente com uma folgada maioria absoluta.

Vá pondo as barbas de molho!

Jordão disse...

Não sei o que se passou com o meu vizinho Fiat Lux, espero que esteja bem. mas gostava muito de ler a sua opinião sobre o debate de ontem.
De qualquer das formas, e tal como prometido, aqui vai algumas notas sobre as 2 horas de “debate”:

- a orgânica do debate a 8 (7-1) foi a mais correcta, ou melhor foi aquela que foi possível, precisava de mais pelo menos mais um debate a 8 pois faltou discutir muitos assuntos importantíssimos para os Açores: ambiente, transportes, turismo…

- esteve muito mal o realizador do debate, muito mal mesmo. Plano horríveis como o José Ventura são inadmissíveis. Não é fácil estar num debate com tubarões calejados e o líder do PDA mostrou-se muito nervoso, como é perfeitamente normal e cabia ao realizador por no ar um melhor plano para disfarçar melhor a situação. Só no final (acho que na ultima intervenção) é que isso aconteceu e finalmente não mostraram como tremiam as mãos de José Ventura.

- Manuel Moniz – tem realizado uma boa campanha mas no debate teve muito abaixo daquilo que já provou que consegue fazer. Não sei se foi do nervosismo mas muitos poucos os rasgos interessantes, como o de trazer a água da Lagoa das Furnas. Devia de ter aproveitado melhor o seu tempo. Ele e José Ventura foram os únicos que não esgotaram os minutos que disponham.
Esteve mal em afirmar que os outros candidatos (à excepção do presidente César como o chamou) não percebiam patavina de economia. Existem factores que depender directamente de acções dos governantes como são os impostos. Portanto Manuel Moniz além de errado insistiu no erro! Fez-me lembrar o episódio em que uma mãe foi ver o filho (bombeiro) a marchar no final da Procissão do Santo Cristo e em que ele ia com o passo trocado mas a mãe afirma que ele não estava mal, os outros todos é que estão errados.
No entanto senti que se houvesse mais debates ele estaria mais à vontade e estaria igual a si próprio. Sem dúvida uma voz que faz falta no Parlamento. Penso que irá conseguir.

- Zuraida Soares – mostrou falta de experiencia em debates. Fez-se vitima e estou a citar de cor, a propósito das constantes interrupções, durante o seu tempo, “estão a fazer isso só porque sou mulher!” mas de resto esteve muito bem. Defendeu muito bem as ideias que o BE tem para muitos dos problemas da Região, mas desiludiu-me porque acho que podia ser mais agressiva e mandar uma farpa ou outra e consegue-se isso sem ser estúpido. O BE tem feito uma muito boa campanha, semelhante à sua imagem e não é o facto de a sua líder ter sido muito educada no único debate que, na minha humilde opinião, vai fazer com que as pessoas mudem de ideias. Sem dúvida uma voz que faz muita falta ao Parlamento.

- Aníbal Pires – no início entrou com demasiada simpatia mas no final mostrou as garras, não todas, pois para isso precisávamos de mais tempo e de mais debates. Fez muito bem em interromper Costa Neves para afirmar que um só debate a 2 não era ser democrático, quando esse por sua vez interrompera Carlos César para o culpar de não ter havido o debate a 2.
Demonstrou conhecer muito bem os Açores, os seus problemas e apresentou as ideias da CDU para os resolver. Mais um Partido que fez muita falta nos últimos 4 anos no Parlamento e penso que vai conseguir os seus objectivos.

Quem lá esteve e gaba-se de que vez muito foi o senhor 960. Pronto já sei que há um certo anónimo que vai cair em cima, mas eu já explico o número: 9 são as ilhas dos Açores que o CDS PP concorre, 6 são os deputados que Paulo Porta diz que o seu partido vai conseguir e zero são as reais possibilidades. Pronto zero eu não aposto mas é bem mais realista do que as provisões de um artista que põem os pés cá só nas campanhas. Por outro lado o senhor Artur Lima, ontem no debate, fez me lembrar um Chiuaua daquele que ladram muito e que são muito mas muito inconvenientes, chatos mesmo e pior, pensam que têm piada, lá está outra vez o famoso número – dessa vez são 960mm de comprimento do Chiuaua.
Colou-se muito ao Governo do PS mas só nas boas medidas. Mostrou que conhecia o sistema de saúde mas não apresentou medidas concretas – limitou-se a dizer que era simplesmente um problema político.
Teve muito mal em chamar Zuraida Soares de continental mas esteve ainda pior em afirmar que o hipotético futuro grupo parlamentar do CDS PP teria dinheiro para pagar umas consultas de psiquiatria a Manuel Moniz – já percebi porquê os 960€ de aumento. *E depois eu é que estou imbuído de má fé, não caro anónimo. Manuel Moniz apenas constatou o facto de que o CDS-PP ser uma força politica praticamente inexistente em S. Miguel, mas isso toda gente já sabia, não sei para quê tanta rispidez!

-Carlos César já vi em melhores dias. Mas apesar da sua arrogância, que está a diminuir, ainda é daqueles que tem um dos melhores discurso. É a vantagem da experiência, mas de resto nada de novo. Nem propostas, só números. As pessoas não são números e infelizmente.

-Costa Neves - teve bem no inicio e tal como César mostrou já estar muito “batido” em debates. Infelizmente propostas não foram assim muitas e nenhuma nova. Teve bem quando o jornalista Pedro Moreira enganou-se quando perguntou-lhe o que iria fazer o grupo parlamentar do PS na Assembleia da República num cenário de veto político ao estatuto. “o PS eu não sei mas o PSD…”. Muito bem em afirmar que a MFL é que tem que ouvir a opinião dele em questões de autonomia e não ao contrário como afirmou o jornalista. Teve mal em dizer que o líder do PS tinha medo do debate a 2 e foi muito bem interrompido por Aníbal Pires.

Quanto ao PDA, das “ideias” sem “tarelo” e que parece que nem sequer pensaram nas suas consequências e como as realizar, que costuma apresentar, só faltou mesmo a do comboio. Tenho muito pena que o único partido 100% Açoriano esteja dessa forma e nem de perto nem de longe merece estar representado na Assembleia Regional.

Jordão disse...

Só mais uma coisa que faltou – Aníbal Pires disse e muito bem que na Graciosa hotel sim senhor mas nas Flores não faz lá falta nenhuma. Eu não podia estar mais de acordo. Numa ilha lindíssima com a dimensão das Flores para que raio existem 3 hotéis ainda por cima sem tarelo nenhum, aliás o novo, ainda em construção situa-se mesmo ao lado do parque industrial. Vejam o exemplo da Aldeia da Cuada, lá mesmo nas Flores, da Aldeia da Fonte, do Pocinho Bay e a Quinta da Ribeira da Urze no Pico. Isso sim é ser diferente e atrai visitantes.

Anónimo disse...

Debate

Um debate fraco em toda a linha, mau cenário, péssima imagem e som, maus intervenientes, césar enterrado na cadeira à espera de domingo para cantar vitoria, neves com melhor iluminação, mal moderado - Pedro usou mais de 100 vezes a palavra "deixe-me..." e perdido nos papeis, Também o resto não ajudava.

Uma vergonha a todos niveis, devia ir para os manuais como exemplo de como não fazer um debate.

Artur Lima foi nojento com aquela tirada ao Manel.Mostrou ter mau fundo.

JM

Homessa disse...

depois do debate sustenta ainda o voto nos pequenos? aquilo foi o descalabro total

Anónimo disse...

Caro Jordão

Mais para quê? Ficou tudo muito claro.

Vc não faz análises isentas como pretende fazer crer. Vc faz ataques ao PP, que é uma coisa muito diferente.
Tudo o que vc diz, é, por isso mesmo, muito, mas muito mesmo, relativo.

Vale o que vale. Do meu ponto de vista, é uma opinião, vesga. Viciada. Sem qualquer mérito. Sem credibilidade.
De vesgolhos, que só encaram aquilo que querem, estamos todos fartos.

Anónimo disse...

SÓ PDA É A SOLUÇÃO.
VOTE NA NOSSA GENTE.

Fiat Lux disse...

Vizinho Jordão :)

o trabalho apertou e não deu para campanhas.
Só há pouco é que fiz a minha análise ao "debate" de ontem.

Caro amigo
não posso estar de acordo contigo quanto ao nervosismo do Jose Ventura. Acho que a TV não esta ali para prejudicar ou beneficiar. Cada candidato deve aparecer tal como é. Se está nervoso, paciencia. È porque não tem vida para aquilo. Imagino que nao seja facil.

De acordo quanto ao MM. Nao esteve bem, apesar da cena da garrafa de agua da lagoa das Furnas ter sido um espectaculo. So para ver as trombas de Cesar valeu a pena.
Ah se uma imagem valesse, mesmo, mais que mil palavras!


Estou tambem basicamente de acordo com a tua analise sobre a Zuraida. Fazer-se de vitima quando foi interrompida (uma vez!?)
só foi mau para ela.

Para mim no cômputo geral Aníbal Pires foi o melhor.

De acordo sobre a infeliz boca de Artur Lima a MM.

Carlos Cesar é claramente o melhor político. Para o bem e para o mal.

Homessa...
... depois do debate sustento ainda o voto nos pequenos. A CDU e o BE não estiveram nada abaixo dos "grandes" . Repito, para mim Aníbal Pires foi o melhor.
O PDA realmente foi uma nulidade. O Manuel Moniz é capaz de melhor.

Jordão disse...

Cá para mim esse anónimo também está a receber parte desses 960€!

Anónimo disse...

Cá para mim, esse Jordão, incorpora os tais malandros do RSI, que senhor 960 € vai tratar de estirpar.

Jordão disse...

Caro anónimo que a partir de agora vai passa a ser conhecido por 961, qual é o problema de ser beneficiário do RSI? Deixo de ser uma boa pessoa?
Não são todos farinha do mesmo saco! Disso posso garantir-lhe! E infelizmente noticias como esta http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1030997 teimam em aparecer!

O fanatismo dos falsos moralistas cristãos de 960€ não ajudam em nada a melhorar esta situação!

P.S. não me baixo ao seu baixo nível e não lhe respondo à letra apenas por respeito ao Fiat Lux!