sábado, 11 de outubro de 2008

Manuela ...um tiro nos submarinos


5 comentários:

o psiquiatra de serviço disse...

A coisa é mais ou menos assim:

-PSD prepara-se para rematar ... remata ... freeport alcochete .. gooolooooo! PSD 1 PS 0.

PS corre em frente prepara-se para apontar ...herdade da vargem/portucale... remata e ... é golo, é golo, é golo...gggooooolloooo!

PSD -1
PS - 1

depois vem a licenciatura de sócrates, por parte do PSD e os submarinos, por parte do PS.

RESULTADO: Eles empatam. Empatam. Empatam. Empatam.
E nós? Empatamos, empatamos, empatamos.

Anónimo disse...

Desde a revolução abrilina que os politicos que temos só nos garantem empates.

É mentira?
Veja-se o estado do país! Temos sido governados por uma cambada mediocres!
O que é que vou dizer daqui uns dias aos meus netos?

Anónimo disse...

É um absurdo alguém andar a defender estes trafulhas, ora dum lado ora dum outro.
Portugal está literalmente na bancarrota.A responsabilidade é invariávelmente de quem está no poder.
O melhor que podia acontecer era um julgamento em tribunal especial de toda essa gente.
A outra alternativa era seria um golpe de Estado à Pinochet.
Não sei se ainda estamos muito longe...

Anónimo disse...

Antes era pecado mortal falar em nacionalizações. Veja-se agora o que está a acontecer na liberal américa e na conservadora europa.
Na actual conjuntura, em muito semelhante aos desmazelo da primeira república, não me espantava nada um golpe!

Anónimo disse...

A "garantia" dos 20.000 mil milhões para a banca portuguesa é uma figura de retórica para evitar a grande corrida aos depósitos que ainda vai acontecer.

Os bancos portugueses estão completamente endividados ao exterior e muitos com aplicações tóxicas e o Estado está sem cheta.

Nem sequer paga a tempo e horas como é que teria dinheiro para os banqueiros que aldrabaram e ainda querem continuar...

Muita mentira está a ser produzida para consumo para que as pessoas fiquem calmas.